Arquivo mensais:Março 2016

Única dúvida do técnico do Potiguar é entre Vaninho e Radames

O técnico Bira Lopes poderá repetir a escalação do Potiguar no jogo com o América no próximo sábado, 2, às 19 horas, no Nogueirão, em Mossoró. A única mudança pode ser a saída de Vaninho para a entrada de Radames.

 

Desde que optou pela escalação do time com um atacante fixo com a entrada de Bruno Gaúcho, Bira Lopes ficou em dúvida se sacava Vaninho ou Radames do time titular. Antes do jogo com o Assu, o treinador testou os dois e acabou optando por Vaninho. Mas a boa atuação de Radames no segundo tempo da partida contra o Camaleão do Vale pode lhe valer a vaga entre os 11 titulares.

 

No mais, o Potiguar será o mesmo que começou jogando contra o Assu, já que o volante Rafael Potiguar ainda não se recuperou e Odair o substituindo. Santos, Matuto, Ramon, Anselmo e Duduzinho; Odair, Dunga, Josicley e Vaninho (Radames); João Manoel e Bruno Gaúcho.

Francisco Carlos emite nota sobre CEI do Mossoró Cidade Junina

O vereador Francisco Carlos (PP) enviou nota ao Blog do Magnos esclarecendo seu posicionamento com relação a tentativa de instalação de Comissão Especial de Inquérito (CEI) na Câmara de Mossoró para investigar possíveis irregularidades na realização do Mossoró Cidade Junina.

Confira a nota abaixo:

Sobre minha posição quanto a possível instalação de uma CEI Mossoró Cidade Junina.

1) Até o presente momento não me foi apresentado nenhum requerimento para Instalação da CEI do cidade junina. Diz-se que há seis assinaturas coletadas, no entanto, nada me foi apresentado até esta data.

2) Conversas não oficiais, já que não há documento escrito, indicam que a intenção está sem objeto definido. Ora se fala em CEI para o período de 1997 a 2015, ora para 2013 a 2015 ou apenas pra 2015. Não é possível instalar uma CEI dessa maneira.

3) é muito improvável que a câmara municipal de Mossoró acrescente elementos ao trabalho já realizado pelo Ministério Público, por não ter os mesmos instrumentos. A iniciativa, então, ficaria restrita a questões políticas, o que já foi admitido por várias pessoas de dentro e fora da câmara, inclusive da imprensa. Por esses motivos, não vejo razão para discutir sobre o que não está materializado.

Restando dizer que não assinarei documento com esse conteúdo, por acreditar que o mesmo é ineficaz e fora de tempo, já que o próprio Ministério Público já realizou esse trabalho.

Ex-vereador Chico da Prefeitura assina ficha de filiação ao PP de Mossoró

O ex-vereador Chico da Prefeitura assinou ficha de filiação ao Partido Progressista na tarde desta quarta-feira (30), em Mossoró. O evento foi comandado pelo presidente do diretório estadual do partido, ex-deputado Betinho Rosado, e também contou com a presença do vereador Francisco Carlos, recém filiado.

Também se filiaram ao PP os empresários Alexandrino Burlamaqui e Wellington Costa, a irmã do vereador Zé Peixeiro, Toinha de Zé Peixeiro, o servidor da área de saúde Francieldo Barros, entre outras lideranças da cidade.

O deputado Beto Rosado saudou a chegada dos novos progressistas, justificando sua ausência devido aos trabalhos na Câmara Federal.

Baraúnas pode perder meio time para jogo com o Abc

O técnico Agnaldo Fidélis (foto) está tendo trabalho para montar o time do Baraúnas para o jogo contra o Abc. O Leão do Oeste pode perder cinco jogadores para o confronto que será realizado no próximo sábado (2), no Estádio Frasqueirão, em Natal.

 

Dois desfalques são certos. O lateral-direito Victor e o volante Júnior Borracha estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e não enfrentam o alvinegro da capital. O zagueiro Nildo, o lateral-esquerdo Márcio Costa e o volante Luis Felipe estão em tratamento e também podem ficar fora da partida.

 

Nildo se recupera de uma pancada na região lombar, enquanto que Márcio Costa e Luis Felipe se recuperam de uma virose. Os três não participam do treino que está sendo realizado nesta manhã no Estádio Nogueirão.

 

Agnaldo escalou o time titular com Érico, Vinícius, Erivelton, Cláudio Baiano e Deivinho; Darlyson, Batata, Murilo e Marquinhos Bahia; Sabino e Robert.

Fátima lamenta que PMDB sirva de instrumento para golpear democracia

A senadora Fátima Bezerra disse, em Plenário, nesta quarta-feira (30) que a população já está percebendo os riscos que correriam a democracia e as conquistas sociais e trabalhistas dos últimos anos, caso o golpe fosse consumado e o vice-presidente Michel Temer assumisse o poder. “Nós lamentamos profundamente que o PMDB tenha se aliado aos derrotados nas urnas, PSDB e DEM, e hoje sirva de instrumento para golpear a democracia, mas quero, no entanto, destacar que muitas das pessoas que gritavam nas ruas a favor do impeachment estão dando conta do que significa, na verdade, apear do poder uma mulher legitimamente eleita, para entregar o poder nas mãos de alguém que não foi eleito Presidente da República”, destacou a senadora.

Fátima ressaltou que o programa “Uma Ponte para o Futuro”, do PMDB, deveria ser chamado de Ponte para o Inferno, já que, caso suas propostas viessem a ser implantadas, seriam piores do que qualquer plano neoliberal já instituído no país.  “O programa ‘Uma Ponte para o Futuro’, como está escrito, é incompatível com a execução de políticas sociais; ele põe em risco as conquistas e os avanços que nós tivemos nesses últimos 13 anos, no que diz respeito à inclusão social”, enfatizou a senadora.

Para a senadora, várias propostas do que chamou de “Projeto Temer” atingem direta e imediatamente políticas públicas e direitos sociais e trabalhistas, como a prevalência dos acordos trabalhistas em detrimento da legislação de proteção ao trabalhador, a desvinculação dos reajustes da previdência dos reajustes do salário mínimo e até mesmo a estagnação dos benefícios. Ela destacou especialmente os prejuízos sofridos pela área de educação, caso o projeto do PMDB fosse colocado em prática. “Essa proposta de Michel Temer, do vice, de desvincular os recursos para a área de educação, não seria uma ponte para o futuro, mas uma ponte para destruir o presente e o futuro da educação brasileira”, enfatizou.

A parlamentar lembrou que, para cumprir os acordos que certamente fizeram com o empresariado para garantir seu apoio, constatados pela participação explícita da FIESP nas manifestações pró-impeachment, teria que se cortar recursos das políticas sociais. Ela ressaltou que Estado teria de ser redesenhado para atender a interesses de multinacionais e do sistema financeiro, com a privatização de instituições como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e a Petrobras.

Zenaide Maia renuncia vaga na Comissão Especial de impeachment

A deputada federal Zenaide Maia (PR/RN) entregou ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, no fim da tarde desta quarta-feira (30), o seu pedido de renúncia da vaga de titular na Comissão Especial destinada a dar parecer sobre à denuncia contra a Presidente da República por crime de responsabilidade.

A deputada alegou problemas de saúde familiar, que exigirá da parlamentar tempo para acompanhamento médico durante tratamento.

CEI do Mossoró Cidade Junina esbarra na falta de assinaturas

A instalação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar possíveis irregularidades na realização do Mossoró Cidade Junina não deve avançar na Câmara Municipal de Mossoró. Motivo é que não há a quantidade necessária de vereadores para assinar o requerimento.

A contagem dos parlamentares dispostos a apoiar a criação da CEI não avançou. Parou em cinco. São necessárias sete assinaturas.

Dos 21 vereadores de Mossoró, apenas Lairinho Rosado (PSB), Vingt-un Neto (PSB), Genivan Vale (sem partido), Tomaz Neto (PDT) e Tassyo Mardony (PSDB) apoiam a CEI no momento.

O vereador Narciso Silva (PR) estaria propenso a assinar o requerimento, desde que as investigações remetessem ao início do Mossoró Cidade Junina, ainda nos governos de Rosalba Ciarlini. “Foi um pedido dele (Narciso) e não vejo problema”, declarou Tomaz Neto, responsável pelo requerimento.

Por outro lado, Francisco Carlos (PP) tende a não assinar em razão de toda sua história envolvendo parte dos investigados pela Operação Anarriê do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), especialmente o ex-secretário municipal de Cultura, Gustavo Rosado. Os dois são amigos pessoais e do mesmo grupo político. “Vou ler o requerimento depois que ele ficar pronto e decidir”, argumentou o vereador durante a sessão desta quarta-feira (30).

Apesar de ter se colocado favorável à CEI, a assinatura do presidente da Casa, Jório Nogueira (PSD) foi descartada. “Ele (Jório) disse que não assina”, declarou um dos vereadores que apoia a investigação.

Tomaz Neto disse que se não conseguir as sete assinaturas vai levar a criação da CEI para consulta popular.

Frente Brasil Popular realiza novo protesto em Mossoró nesta quinta-feira, 31

O movimento Frente Brasil Popular (FBP) marcou para hoje, quinta-feira (31), mais um protesto em favor da democracia e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A movimentação está programada para ser iniciada às 15 horas, em frente à Igreja São João, no bairro Doze Anos, e percorrerá várias ruas de Mossoró até a Praça de Convivência, onde acontecerá o encerramento com apresentações culturais.

Esta é a segunda ação do grupo, que reunirá ainda movimentos sociais e outros segmentos sócio-políticos da região, com previsão de arregimentar um grande número de pessoas em favor da governabilidade da presidente.

Segundo o sindicalista Gilberto Diógenes, um dos coordenadores da FBP, a mobilização é necessária e é preciso levar a população às ruas: “Não podemos aceitar sentados esta tentativa de golpe implementada pelas elites políticas do Brasil e pelos grandes meio de comunicação. É preciso levantar a voz e mobilizar a população”, convoca.

No último dia 18, a FBP realizou uma movimentação onde estiveram presentes cerca de 3 mil pessoas, segundo os organizadores.

Prefeitura de Mossoró anuncia pagamento de março para esta quinta-feira, 31

A Prefeitura de Mossoró anunciou, há pouco, que realiza nesta quinta-feira, 31, o pagamento dos salários referentes ao mês de março do seu funcionalismo. A data do repasse neste mês de março cumpre o calendário de pagamento divulgado para este ano, estabelecido através de decreto publicado no Jornal Oficial de Mossoró no final de fevereiro. O decreto confirmou também a manutenção do pagamento do décimo terceiro salário no mês de aniversário de cada servidor, efetivo ou comissionado.